Mineiro de Ubá, município da região da Zona da Mata, Lindolfo Coelho Paoliello é jornalista, relações públicas, escritor e empresário – também se bacharelou em Direito. Atual presidente da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais (ACMinas), Lindolfo ingressou na instituição em 1978, como diretor, e elegeu-se vice-presidente em 1991. Nesta função, teve papel relevante em diversas iniciativas, como a campanha “Santa Casa, Santa Causa”, liderada pela entidade para arrecadar recursos para a reforma e pintura do prédio daquela instituição.

Outra ação marcante do período foi a mobilização pela preservação territorial de Minas Gerais, ameaçada por movimento separatista do Triângulo Mineiro durante a Constituinte de 1988. Lindolfo Paoliello também foi o criador, na ACMinas, do Conselho Empresarial de Política e Estratégia, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento estadual com ideias e propostas inovadoras.

Além de sua atuação como empresário – é sócio-administrador da consultoria de comunicação que leva seu nome -, Lindolfo Paoliello foi professor em tempo integral e assessor da presidência da Fundação Dom Cabral (da qual é hoje professor-associado). Também como professor, lecionou nos cursos de Marketing e Comunicação Social do Instituto de Educação Continuada da PUC Minas e no Departamento de Comunicação Social da mesma universidade.

Como executivo, Lindolfo criou e dirigiu por 11 anos a área de comunicação da Fiat Automóveis, coordenou o setor de marketing do BDMG e do Centro de Desenvolvimento em Administração da Fundação João Pinheiro. Também liderou a área de comunicação social da Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), órgão em que desempenhou, posteriormente, a função de assistente executivo da presidência.

No início de sua carreira profissional, Lindolfo Paoliello foi repórter de Economia do jornal Estado de Minas. Escreveu oito livros, principalmente de crônicas, gênero com o qual participou também de três antologias. Exerce o cargo de diretor de Relações Institucionais da Companhia Brasileira de Lítio (CBL). Foi eleito presidente da ACMinas para o biênio 2015-2016.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.